Soluções Inteligentes

O que saber sobre tecnologia antes de montar varejo online.

Por Robson Dantas (*)
Nem todos os varejos de loja física funcionam no virtual, e vice-versa, ir para a internet não é garantia de sucesso.

Nem todos os varejos de loja física funcionam no virtual, e vice-versa, ir para a internet não é garantia de sucesso.

As novas regras que entraram em vigor no primeiro semestre de 2013 são mais um alerta para os empreendedores sobre cuidados para iniciar o processo de compra e venda pela internet. Saiba como se preparar para montar um e-commerce a partir de algumas dicas de Robson Dantas, CTO da Vale Presente – empresa que fornece tecnologia para a venda de vale-presentes por meio de e-commerce, f-commerce e m-commerce para mais de 150 redes varejistas, entre eles Walmart, NetShoes e FastShop:

1 – Nova legislação: Estude a nova legislação sobre os cinco grandes temas vinculados: produto, fornecedor, atendimento ao consumidor, direito de arrependimento e compras coletivas.

2 – E-commerce é diferente de varejo físico: Nem todos os varejos de loja física funcionam no virtual, e vice-versa. Ir para a internet não é garantia de sucesso, é preciso fazer a analise das operações de compra, logística, entrega, devolução de produtos, meios de pagamento, fraudes, etc.

3 – Planejamento e elaboração da estratégia de negócio: Essa etapa deve contemplar a definição do que vender, quais são os concorrentes no mercado, o público-alvo que pretende atingir e a forma de comercialização. E só depois vem a escolha da plataforma e-commerce.

4 – Poder de decisão da compra: Investimento em uma boa plataforma, layout, atendimento, formas de pagamento, eficiência na entrega e segurança na compra são alguns passos para o sucesso e aí entra a diferença de vender pela internet. No meio virtual o consumidor conta com um arsenal grande de informação para decidir e comparar.

5 – Escolha da plataforma de e-commerce: A escolha deve ser por uma que seja capaz de suportar o negócio, e que ofereça, entre os diversos aspectos, conexão com o ERP existente; capacidade de gerir de forma eficaz os produtos, catálogos, campanhas e frete; sistema de tracking que permita troca de informações em tempo real com os clientes; gestão e inteligência de vendas; segurança; e gestão de recebíveis (cartão de crédito, boleto, transferência online, etc);

6 – Segurança: Gerenciar uma operação exige muito controle e segurança contra fraudes, investir em segurança das operações é fundamental.

(*) CTO da Vale Presente – empresa que fornece tecnologia para a venda de vale-presentes por meio de e-commerce, f-commerce e m-commerce para mais de 150 redes varejistas, entre eles Walmart, NetShoes e FastShop.


Quanto ao requisito segurança, muitos pontos devem ser levados em consideração, por isso a Netrunner Tecnologia tem alguns produtos que auxiliam nesse aspecto, são eles:

WatchGuard XTM – É um appliance de segurança de redes, que pode ser físico ou virtual, que além das opções naturais de um firewall, conta com um pacote de software totalmente voltado a segurança, evitando assim que a sua rede seja comprometida.

BRToken – É uma solução de autenticação forte, o SafeCore Server combinado ao SafeSignature fornece a mesma segurança que os grandes bancos possuem, por um preço acessível até aos pequenos negócios.

SEP Sesam – Solução de backup completa, rápida e segura, que atende a diversos sistemas operacionais, aplicações e virtualizadores. Permite unificar todos os backups em uma única ferramenta.

Security Manager Plus – Desenvolvido pela ManageEngine, é um scanner de segurança de rede, que permite a detecção de vulnerabiliades e ajuda a corrigi-las, tudo isso dentro das normas do mercado.

Todos esses produtos auxiliam na aderência ao PCI DSS, que é essencial para transações financeiras digitais.

Mais informações: www.netrunner.com.br/parceiros.aspx

Fonte: Blog IT Portal

, , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*